Follow by Email

domingo, 15 de dezembro de 2013

Beijos, beijos, beijos



Destruo a beleza num traço
E refaço
E a ti encho de cores e amores
Não teme o meu coração?!

Não quero o mundo no meu quarto
Quero assim no silêncio
O alguém que more comigo
E só comigo sabe desse lugar

Fiz versos para dizer:
Às vezes te odeio
E é sincero

Odeio o que não conheço
E quem disse que amo
O que penso conhecer?!

Beijos, beijos, beijos

Nenhum comentário:

Postar um comentário